Entrada Notícias Governo anunciou desistência da compra da Cosec

Governo anunciou desistência da compra da Cosec

Quase um ano depois de ter anunciado a "nacionalização" da maior seguradora de crédito do país, a Cosec, o Governo anuncia a desistência da compra da companhia.

José Sócrates, afirmou ontem, no Parlamento, que as exigências feitas pelo sócio francês, que detém 50% da companhia, eram inaceitáveis. A opção estratégica do Governo passou por fazer acordos com as instituições financeiras que resultaram na modalidade OCDE II.

Com este modelo, indica a Lusa, foram eliminados os limites de seguro por empresa exportadora e que aumentou até dez vezes os montantes máximos garantidos por importador estrangeiro. A operação Cosec arrancou em Maio do ano passado, com o Governo a anunciar a compra da empresa. No entanto, o acordo existente versava apenas sobre 50% da companhia, a parte do BPI, tendo sido acordado um valor de 27,5 milhões de euros.

Em contraste, a posição do sócio francês Euler Hermes sempre se mostraram difíceis e o negócio foi-se atrasando, com ambas as partes a atribuírem o ónus do atraso no negócio final. No mercado financeiro, as informações indicavam que os franceses tinham pouca vontade em alienar.
As condições terão sido mais penalizadoras do que as do BPI, tendo em conta que a Cosec estaria a usar as bases de dados que o grupo Euler tem sobre o risco de crédito de vários mercados e empresas internacionais.

Oje 01.04.2010